Rating: 3.6/5 (250 votos)

ONLINE
1



Visita Domiciliar

VISITA DOMICILIAR - a extensão do consultório!

 Postado em: 27/02/2016

 Atualizado em: 04/09/2016

  

A Organização Mundial de Saúde define Assistência Domiciliar como a provisão de serviços de saúde, com objetivo de promover, restaurar e manter o conforto, função e saúde das pessoas num nível máximo, incluindo cuidados para uma morte digna.

Acredita-se que as mudanças e potencialização da Atenção Primária à Saúde no Brasil a partir da implantação da Estratégia Saúde da Família (ESF) têm repercutido na assistência domiciliar, que passou de uma assistência pontual, a um processo de atenção continuado, integral e multidisciplinar no qual se realizam funções e tarefas sanitárias, assistenciais e sociais, dentro da lógica da vigilância à saúde.

Entendemos a visita domiciliar como uma grande possibilidade de atendimento domiciliário junto às famílias, que favorece a avaliação das demandas desses clientes, bem como do ambiente em que vivem. Momento de promoção da saúde surge como uma oportunidade de estabelecimento de um plano assistencial voltado à recuperação e ao autocuidado.

Para a ESF, a Visita Domiciliar é uma tecnologia de interação no cuidado à saúde, sendo de fundamental importância quando adotada pela equipe de saúde no conhecimento das condições de vida e saúde das famílias sob sua responsabilidade.

Ao fazermos a Visita Domiciliar, nos deparamos com cada história. E são essas histórias que nos dão gás para continuarmos nessa luta diária da ESF. A Visita Domiciliar é uma das atribuições dadas pela PORTARIA Nº 2.488, DE 21 DE OUTUBRO DE 2011 a todos os membros da equipe de saúde da Estratégia Saúde da Família.

A Visita Domiciliar assim como as demais ações de saúde, além de ser registrada nos prontuários, deve alimentar os sistemas de informações em saúde, fundamentais para o planejamento e avaliação dessas ações.

 

 Objetivos da Visita Domiciliar


Para a execução da Visita Domiciliar, o primeiro passo é definir seu foco, que pode abranger um ou mais dos seguintes objetivos:


• Conhecer o domicílio e suas características ambientais, identificando socioeconômicas e culturais;
• Verificar a estrutura e a dinâmica familiares com elaboração do genograma ou familiograma ou ecomapa;
• Identificar fatores de risco individuais e familiares;
• Prestar assistência ao paciente no seu próprio domicílio, especialmente em caso de acamados;
• Auxiliar no controle e prevenção de doenças transmissíveis, agravos e doenças não transmissíveis, estimulando a adesão ao tratamento, medicamentoso ou não;
• Promover ações de promoção à saúde, incentivando a mudança de estilo de vida;
• Propiciar ao indivíduo e à família, a participação ativa no processo saúde-doença;
• Adequar o atendimento às necessidades e expectativas do indivíduo e de seus familiares;
• Intervir precocemente na evolução para complicações e internações hospitalares;
• Estimular a independência e a autonomia do indivíduo e de sua família, incentivando práticas para o autocuidado;
• Aperfeiçoar recursos disponíveis, no que tange a saúde pública, promoção social e participação comunitária.

 

Fotos: Edilon Miranda

Local: Comunidade do Vale do Sol, Areinha, Viana-ES

 

Edilon Miranda

(Enfermeiro-ESF)

 Calendário da saúde




Sites dos Conselhos:


Sites Úteis: