• Currently 3.62/5

Rating: 3.6/5 (259 votos)

ONLINE
1



Oh! de casa - Grupo de HIPERDIA

GRUPO DE HIPERDIA

 

Hoje vou contar como começou o grupo de HIPERDIA  na minha comunidade. É uma alegria como ACS estar participando da formação do grupo até hoje. Mais um trabalho de promoção da saúde que é muito dinâmico. Local onde podemos somar com muitas ideias e assim realmente colher bons.Esse grupo de HIPERDIA tem mais de 10 anos em nossa comunidade no Vale do Sol ,rsrs, se depender de mim e das minhas colegas, esse grupo vai durar por longos anos.

 

Nas reuniões de equipe era constante e repetitiva as falas da demora das pessoas da comunidade Vale do Sol em conseguir trocar as receitas e de entender as orientações do uso correto e continuo dos medicamentos. Ai surgiu, O QUE FAZER? Então foi lançada uma ideia que onde todos abraçaram na hora, ter dois dias no mês pela manhã aferindo a glicose e pressão em um ponto aberto na comunidade onde todos que quiserem independente de ser hipertenso ou diabético poderiam participar, a ideia era criar um vinculo e assim identificar as pessoas e transforma-las em um grupo para acompanhamento dos hipertensos e diabéticos.

 

Ao ler os parágrafos anteriores parece tudo fácil, mas não é, pensa em uma logística de dá trabalho, trabalho para todos da equipe. Primeiro obstáculo, conseguir um espaço na comunidade. Tivemos um casal muito parceiros dona Ametista e o esposo e o senhor Rubi, eles nos cederam a garagem que era de piso de cimento e a cobertura de telha de amianto, os lados abertos, dois bancos de madeira e uma mesa de plástico, mas o local foi “tudo de bom”, essa garagem era localizada ao lado da única padaria do bairro e a frente havia um ponto de ônibus. Ficamos ali por 5 anos, é cada lembrança desse trabalho ainda vai render cada historia. Continuando, tivemos mais um obstáculo, quem da equipe iria atuar, ficamos assim então, a técnica de enfermagem iria com as ACS’s do bairro para identificar os hipertensos e diabéticos e possíveis novos membros para o grupo e ajudando na organização do espaço, iniciando assim o vínculo com a comunidade. Sempre que possível a enfermeira estava junto e nos momentos em que a técnica não podia estar presente ela conduzia a ação.

 

Então assim começamos, as ACS’s passavam durante as visitas domiciliares comunicando o dia que haveria atendimento na garagem de dona Ametista. O desenvolvimento desse trabalho até a presente dia evoluiu bastante e está “tudo de bom”. No inicio apareciam três pessoas, alguns chegavam somente no final da ação, era de “morrer”, mas o pensamento era de atender a todos até a adaptação dos participantes e o envolvimento da comunidade como um todo, hoje o atendimento é feito por uma equipe multidisciplinar, atendendo na comunidade do Vale do Sol de 15 em 15 dias uma média de 40 pessoas por encontro. Hoje paro por aqui, volto a narrar sobre o HIPERDIA em outro momento, mas deixo aqui uma mensagem que tem tudo haver com este trabalho:

 

“O que faço e uma gota no oceano, mas sem ela o oceano não seria o mesmo”.

(Madre Tereza de Calcutá)

 

 

Postado em: 30/11/2018

  

Sou Roberta Fernandes Pereira, tenho 49 anos, sou casada, tenho três filhos, moro no bairro Vale do Sol em Viana-ES há 26 anos. Sou Agente Comunitária de Saúde há 14 anos. Minha micro-área faz parte da equipe da Unidade de Saúde do bairro Areinha. "Falar da minha profissão é difícil por sentir as emoções a flor da pele, sei dizer que gosto muito, há dificuldades sim, mas a tempos eu tenho olhado tudo como uma boa oportunidade de por em AÇÃO todo meu conhecimento e assim promover a saúde." 

 Calendário da saúde




Sites dos Conselhos:


Sites Úteis: