Rating: 3.6/5 (250 votos)

ONLINE
2



COMBATE Aedes Aegypti

 

  

 


 

Campanha do Ministério da Saúde mostra casos

reais para combater o mosquito Aedes aegypti

 

 


 

Trabalho dos Agentes de Combate às Endemias se intensificam com o verão

Escolha um dia na semana e faça uma operação de guerra na sua casa. Juntos podemos vencer esse inimigo, minusculo (MOSQUITO Aedes Aegypti), mas que está assustando uma população gigantesca como a do Brasil.


 

 

O AEDES AEGYPTI PRECISA SER COMBATIDO TAMBÉM NO PERÍODO DO INVERNO

 

  

 

O período de temperaturas mais amenas chegou, mas nem por isso o mosquito foi embora. Com a mudança de temperatura, devemos manter os mesmos cuidados de combate ao mosquito feitos na época de calor.

 

Nesse período o inimigo se recua, porém os nossos hábitos de combate devem permanecer, haja vista que passamos por períodos onde a temperatura se eleva além do esperado para essa época, a final estamos vivendo em uma era de alterações climáticas e nossas estações não estão tão bem definidas como antigamente. Sendo assim, esse período é considerado ideal para intensificar a eliminação de possíveis focos do mosquito transmissor da doença, não esqueça que os ovos dos mosquitos continuam em atividade.

 

Cada vez mais adaptado às condições climáticas, o mosquito Aedes aegypti pode se reproduzir e desenvolver também durante o inverno. Antes ele não aparecia no inverno, mas hoje já consegue se reproduzir e desenvolver normalmente, em menor quantidade, mas... consegue se reproduzir e desenvolver, e isso é o que preocupa!

 

Então vamos refletir assim! A população de mosquitos diminui bastante, porém, os ovos do Aedes aegypti podem sobreviver até mais ou menos 450 dias (+ - 15 meses) em recipientes secos. Para o ovo eclodir é preciso que ele entre em contato com um pouco de água e possa se manter nela. Se o local em que ele foi depositado não for protegido corretamente, ele ficará ali esperando o momento propício para dar origem a um novo mosquito.

 

Essa é minha dica, a prevenção sempre será o melhor remédio. Vamos todos juntos por um amanhã melhor do que hoje. Faça sua parte também.

 

Edilon Miranda (Enfermeiro-ESF)

Postado em: 31/05/2016

 


 

 

COMBATE AO MOSQUITO Aedes Aegypti


Esse mosquito transmite a Dengue, a Febre Chikungunya e o Zika Vírus.


Escolha um dia na semana e faça uma operação de guerra na sua casa. Juntos podemos vencer esse inimigo, minusculo, mas que está assustando uma população gigantesca como a do Brasil.


Na Europa e Oriente Médio os governos e a população trabalham para combater agentes externos que ameaçam seus povos, aqui devemos ser a resistência a uma ameaça que está em 70% dentro dos lares, que está causando estragos e que por vezes está passando despercebido, pois usamos o velho ditado, não aconteceu comigo!!! Mais lembra-se, o mesmo mosquito que está na casa do vizinho é o mesmo que poderá te infectar com um dos vírus (Dengue, Chikungunya e o Zika) ou quem sabe com os três.

 

A Conscientização é a melhor arma, devemos repensar de forma coletiva o que queremos em nossas comunidades. Onde estão os instrumentos comunitários (Associações, Federações, Grupos e etc) que também conjuntamente com os órgãos públicos não mobilizam os seus entes associados? A responsabilidade é somente do poder público? E você cidadão que se diz de "bem", permite um simples mosquito ser criado em seu quintal ou até mesmo mais próximo de você, dentro da sua própria casa, estufa o peito e aponta os dedos para dizer de quem é a culpa, uma pena que seus dedos não aponta a você mesmo.

 

Edilon Miranda (Enfermeiro-ESF)

 


 

 


 

 

 

 


 

 


 

Cartilha de orientação sobre prevenção de infecções do vírus Zika

 

Para acessar a cartilha, é só clicar na imagem acima.


 

 


 

Ministério da Saúde lança site “Crianças Contra Zika”

O Ministério da Saúde acaba de lançar o site “Crianças Contra Zika” (www.criancascontrazika.com.br), com o conteúdo do projeto para download. Direcionada exclusivamente a educadores, a página traz os clipes, as entrevistas e um book com as letras das seis canções da iniciativa.

Veja mais clicando aqui

 Calendário da saúde




Sites dos Conselhos:


Sites Úteis: